Burocracias na hora da compra do seu imóvel? Saiba como fugir delas com a Resale

5 minutos para ler

Ainda que a parte de mexer com documentos faça parte da vida de muitas pessoas, os prazos e as taxas são coisas que precisamos lidar até em situações felizes, como na hora da compra de um imóvel. Para evitar dores de cabeça, é importante saber como evitar as burocracias na aquisição de um imóvel. 

O que muitas pessoas ainda não sabem é que é possível passar por alguns processos antes mesmo de fechar negócio, acelerando o processo da compra do imóvel e ajudando a diminuir a ansiedade da mudança para a nova casa. 

Ao longo da matéria, você verá quais burocracias podem surgir na hora de comprar um imóvel e os principais passos para conseguir lidar (ou fugir) de todo esse processo desgastante. Continue a leitura!

Saiba como evitar as burocracias na hora da compra do imóvel e qual o comportamento do consumidor na hora da compra. | Foto: Freepik.

Quais burocracias podem surgir na hora de comprar um imóvel?

Dentro de todo processo de formalização, existe uma parte cheia de burocracias e que muitas pessoas não sabem – ou simplesmente não querem – lidar. Entretanto, ao sabermos mais sobre as medidas corretas, esse processo pode se tornar muito mais fácil e menos complicado.

Hoje, há a possibilidade de fugir das burocracias e, se você é um investidor, vale a pena conhecer quais são essas burocracias e como você pode se livrar delas. 

Uma das facilidades que o investidor possui, atualmente, graças à tecnologia, é a possibilidade de participar de leilões on-line, sendo mais prático para os compradores, pois não há a necessidade de comparecer presencialmente no local, além de não precisar estar atento ao edital. Ademais, não é preciso visitar o imovel, podendo realizar uma proposta on-line e assinar o contrato digitalmente.

Nos dias de hoje, qualquer pessoa consegue comprar um imóvel on-line com a Resale, sem precisar sair de casa. A partir do auxílio da Resale, é possível gerar contratos digitais, assinar digitalmente, ter acesso a tecnologia blockchain e compra on-line e segura.

3 passos de como lidar com essas burocracias

Você verá que a aquisição de um imóvel pode ser muito mais fácil do que você imagina e que, as dicas citadas nesse tópico, vão tornar a sua experiência com as burocracias muito mais agradáveis. 

A compra de um imóvel é um momento muito importante na vida de alguém e, por isso, tudo precisa sair conforme o planejado desde o começo. Confira algumas dicas de como lidar (ou fugir) dessas burocracias:

1. Verifique se sua documentação está completa

Um dos primeiros passos e, talvez um dos mais importantes, é conferir todos os documentos necessários para o processo, para evitar futuras dores de cabeça. Não é necessário esperar dar entrada na compra de um imóvel para tirar a cópia de alguns deles e separar aqueles que mais serão utilizados ao longo do processo. 

Entretanto, alguns dos documentos necessários e que você já pode deixar separados antes, são:

–   Certidão de estado civil atualizada (validade 90 dias);

–   Certidões negativas dos vendedores e do imóvel;

–   Certidão de quitação de tributos federais (para os compradores que atuam como comerciantes);

–   Comprovantes de renda atualizados;

–   Cópias do RG e CPF;

–   Escritura pública de pacto antenupcial;

–   O restante dos documentos exigidos na hora da compra.

2. Verifique quais são os valores das taxas

Durante a compra de um imóvel, é preciso que o consumidor pague algumas taxas, no entanto, para evitar futuras surpresas, verifique quais são as taxas mais comuns e qual o valor que você irá gastar com elas:

–   Imposto de Transmissão de Bens e Imóveis (ITBI): corresponde ao imposto municipal que varia conforme cada cidade, mas que gira em cerca de 2% a 3% do valor do imóvel.

–   Escritura: essa é uma taxa determinada por cada estado e cidade, cobrada pelo próprio Tabelionato de Notas que for feita.

–   Registro do imóvel: uma pequena porcentagem do valor do imóvel, é preciso consultar o valor na sua cidade.

–   Avaliação do imóvel: esse é um valor pago para que a instituição que está fazendo o financiamento verifique se este se encontra apto para ser negociado.

3. Priorize processos digitais

O setor imobiliário se movimenta para trazer inovações tecnológicas que permitam a desburocratização de processos e redução de custos para clientes.

Com todas as transformações que o mundo vem passando, o mercado mobiliário também trouxe novas facilidades para quem deseja fazer a aquisição de um imóvel, isto porque uma proptech dá a oportunidade, através da tecnologia, de reduzir papeladas e tornar as transações mais rápidas, eficientes e seguras ao consumidor.

maior-outlet-imobiliário
Posts relacionados

Um comentário em “Burocracias na hora da compra do seu imóvel? Saiba como fugir delas com a Resale

Deixe um comentário