Descubra a melhor opção entre FII e imóveis físicos

7 minutos para ler

Investir em imóveis continua sendo uma boa opção para os indivíduos que desejam aplicar seu dinheiro e crescer seu patrimônio. Mas é claro que, para investir em um bem que é tão valioso, acabam surgindo algumas dúvidas. Por esse motivo, preparamos este artigo para que você entenda todos os detalhes sobre o Fundo de Investimento Imobiliário (FII) e sobre imóveis físicos. Assim, você conseguirá decidir onde melhor investir o seu dinheiro. Continue a leitura!

Na maior parte das vezes, o valor de um imóvel costuma ser um pouco alto, o que acaba gerando dúvidas em alguns investidores. Mas, o investimento vale a pena e gera mais segurança, além de que, se bem avaliado, pode ganhar mais dinheiro para o investidor.

Nesse contexto, o FII está se popularizando cada vez mais. Se você está interessado em entender o que é FII e mais informações sobre esse tipo de investimento, então, prossiga para o próximo tópico! 

Conheça, neste artigo, como investir em FIIS e as vantagens disso! | Foto: Pixabay.

O que são os FIIs?

Um Fundo de Investimento Imobiliário, também conhecido por FII, consiste em um grupo de pessoas com o mesmo propósito, que é investir em ativos imobiliários.

Diante disso, é possível afirmar que o FII é um investimento feito por meio da Bolsa de Valores, no qual o investidor pode optar pela compra de uma ou mais cotas do FII. O ganho de dinheiro com esse investimento acontece através da valorização da cota ou com a distribuição de rendimentos realizada pelo administrador do FII.

Portanto, de forma resumida, o FII é um investimento feito em diversos imóveis físicos, fatias de imóveis e em direitos relacionados a eles. No geral, o FII apresenta um valor menor em comparação ao custo de um único imóvel. Mas, vale analisar as suas desvantagens também, pois há benefícios que somente o investimento em imóvel proporciona.

Agora que você já sabe o que é FII, que tal conhecer as vantagens e desvantagens de investir dinheiro nessa modalidade? Vamos lá?

Vantagens e desvantagens do FII

Assim como qualquer investimento em mercado imobiliário, o FII possui vantagens e desvantagens que devem ser levadas em consideração na hora de decidir onde investir.

Vantagens

  • O FII é um tipo de investimento que possibilita investir em diversos imóveis localizados em estados, cidades e bairros diferentes. Também é possível investir em mais de uma cota de um FII.
  • Ao investir em diversos imóveis, acontece a compensação da inadimplência de uma unidade pela rentabilidade de outras que fazem parte. Assim, diminuem as chances de ocorrerem grandes oscilações nos rendimentos.
  • Outra vantagem dos FIIs é a liquidez, pois, como as cotas dos FIIs são negociadas na bolsa, se torna mais fácil fazer a revenda ou a compra de cotas de FIIs.
  • O FII apresenta menos burocracia.
  • As cotas do FII são fáceis de serem adquiridas, pois o processo pode ser feito por meio da internet e de plataformas de investimentos.

Desvantagens

  • Nos FIIs, você coloca na mão de um gestor de investimento a responsabilidade por administrar os seus recursos financeiros. Com isso, surge a necessidade de pagar uma taxa de administração.
  • Durante a aquisição da cota do FII, existem pacotes de imóveis que você deve comprar. Ou seja, você não pode escolher livremente por um imóvel que você acredite ter um bom rendimento.
  • Como o FII é considerado uma aplicação de renda variável, suas cotas acabam oscilando conforme o tempo e podem desvalorizar.

O que são imóveis físicos?

A compra de imóveis físicos é feita de forma direta, ou seja, não é um investimento como os FIIs. Ao investir em um imóvel físico, a partir do momento que você faz a compra, você se torna o proprietário do imóvel e passa a ter a liberdade de agir como preferir em relação a ele, proporcionando meios para recuperar o dinheiro investido ou até mesmo dobrar esse valor.

Vantagens e desvantagens dos imóveis físicos

Conheça as principais vantagens e desvantagens de comprar diretamente um imóvel físico!

Vantagens

  • Quando comparamos o imóvel físico e o FII, é possível observar que uma grande vantagem do imóvel físico é a possibilidade de acompanhar o investimento mais de perto.
  • A compra direta de um imóvel físico disponibiliza a opção de escolha de propriedades que se acredita que terá melhores lucros e rendimentos.
  • O investimento em imóveis físicos permite que o investidor encontre oportunidades e ganhe mais com a valorização do imóvel.
  • Um imóvel físico possui pouca liquidez, o que faz com que o investidor tenha um bom desconto pagando à vista ou fazendo negócio.

Desvantagens

  • A diversificação nos imóveis físicos é limitada por causa do preço, já que é preciso ter o dinheiro para conseguir adquirir vários imóveis físicos.
  • Adquirir imóveis físicos envolve um processo que pode ser um pouco demorado e burocrático.
  • O recebimento de aluguéis mensais dos inquilinos de imóveis físicos gera cobrança de imposto de renda.

Até aqui, você descobriu as vantagens e desvantagens dos FIIs e dos imóveis físicos. Sabendo tudo isso, deve estar interessado em descobrir qual é a melhor opção para que você invista o seu dinheiro. Quer descobrir? Continue a leitura para o próximo tópico sobre esse assunto!

Qual a melhor opção? FIIs ou imóveis físicos?

Você conheceu vários detalhes sobre as duas aplicações. Mas onde é melhor investir: em fundo imobiliário ou em imóvel físico?

Para investir em imóveis físicos, é preciso ter dinheiro, ou seja, quem optar por essa modalidade de investimento terá que arcar com custos sobre manutenção de imóveis, por exemplo. Ademais, terá que ter dedicação para encontrar oportunidades no mercado, mas o esforço valerá a pena e o investimento proporcionará lucros.

Se o indivíduo não possui disposição, tempo ou dinheiro para ter que lidar com as demandas dos imóveis físicos, é melhor optar pelos FIIs, já que é possível investir em FII com pouco dinheiro. Mas é claro que, antes de decidir se irá comprar cotas dos FIIs, é fundamental levar em conta alguns pontos como a alta liquidez do investimento e os riscos de desvalorização, que são pontos negativos desse tipo de investimento.

Em vista disso, os FIIs são considerados investimentos de médio e longo prazo. Os fundos imobiliários também são mais destinados para quem já tem algum conhecimento sobre aplicações e sobre o mercado para não ter que arcar com prejuízos maiores. Por esse motivo, investir em imóvel físico é a melhor opção.

Portanto, o melhor a se fazer é avaliar cada aplicação e dar preferência para aquela que se encaixa melhor no seu perfil de investidor. Recomendamos que você sempre dê preferência para a opção que irá te trazer menos riscos ou prejuízos.

Ao final da leitura deste artigo, você entendeu sobre fundo imobiliário (FII) e sobre imóvel físico, lendo a respeito das vantagens e desvantagens de cada um dos tipos de aplicações. Ficou interessado em investir no mercado imobiliário e em um imóvel físico?

maior-outlet-imobiliário
Posts relacionados

Deixe um comentário