Confira a diferença entre corretor e consultor imobiliário e seus respectivos trabalhos

6 minutos para ler

O mercado imobiliário é um dos mercados mais fáceis de investir, além de ser também um dos que mais gera retorno. Mas, para conseguir investir neste ramo, é preciso de um corretor imobiliário ou consultor imobiliário. Contudo, você sabe qual a diferença entre corretor e consultor imobiliário? Veja abaixo tudo o que você precisa saber, se deve contratar um corretor ou consultor imobiliário!

Sim, existe uma diferença entre a profissão de corretor e consultor. Mesmo existindo, e essa diferença entre os dois ramos não é muito comentada, não é difícil achar profissionais que não a conheçam, o que chega a ser surpreendente se levarmos em consideração o grande número de pessoas que trabalham no mercado.

Saiba qual a diferença entre corretor e consultor imobiliário. | Foto: Unsplash.

Qual a diferença entre um corretor e um consultor imobiliário

O trabalho de um corretor e um consultor pode ser facilmente confundido, mas saiba que ele altera muita coisa dentro do mercado, e também em seu orçamento. Quando se pensa em investir no mercado imobiliário, é importante entender qual é o profissional que será necessário para o tipo de função que você quer que ele exerça. Por mais que corretor e consultor pareçam sinônimos, as duas profissões são distintas, e um não consegue exercer o trabalho do outro. Neste tópico, vamos analisar algumas diferenças entre corretor e consultor.

A primeira delas, e talvez a mais importante, é a exigência legal no CRECI. Essa é uma das principais diferenças entre um consultor e um corretor. O CRECI significa Conselho Regional dos Corretores de Imóveis. 

Como o próprio nome diz, as pessoas que ocupam o cargo de consultor não precisam, necessariamente, desse documento, mas toda e qualquer pessoa que trabalha como corretor de imóveis é obrigada, por lei, a ter esse documento. Dessa forma, esse corretor de imóveis é possibilitado a exercer sua função tanto trabalhando em uma imobiliária quanto de forma autônoma.

Porém, por causa dessa exigência, existem muitos corretores que, para não terem que tirar o documento, começam a ser consultores, de forma que possam “burlar” a regra. Contudo, essa prática, se comprovada, pode ser considerada um crime.

Outra importante diferença entre um corretor e um consultor é a forma de pagamento. Quando se contrata um corretor, ele recebe pelas metas batidas, como vendas e locações de móveis. Enquanto isso, um consultor recebe um valor “fixo”, ou seja, ele independe do resultado do mês, ganhando por hora, dia ou mês, de acordo com o local em que trabalha. Pode ser também que ele receba por uma tarefa específica realizada.

A última diferença a ser citada é sobre a visão de mercado que cada um tem. Essa divergência entre as duas profissões pode ser crucial para que você entenda a diferença entre um corretor e um consultor.

Um corretor é responsável por executar todos os procedimentos de aquisição ou aluguel de imóvel, além de ter um vasto conhecimento sobre escrituras, certidões, contratos e documentações. 

Já um consultor é responsável por ver o mercado imobiliário de uma forma diferente, de maneira mais aprofundada que um corretor. Ele entende muito mais sobre o mercado, e é capaz de fazer uma perspectiva para o cliente, para confirmar se aquele é um bom momento para fazer aquela ação, ou se é melhor esperar.

Características de cada um deles e seus respectivos trabalhos

O corretor é responsável, basicamente, pela venda e aluguel de imóveis, e por atrair potenciais clientes. Em todas as cidades existem várias opções de negócio, mas talvez elas sejam inacessíveis para quem está fora do mercado, e o papel do corretor é torná-las mais acessíveis.

O corretor precisa explicar aos visitantes todos os detalhes do imóvel, de modo que o seu interesse seja o suficiente para que se disponha a comprá-lo. Além disso, um corretor precisa conhecer seu cliente, para que possa oferecer tudo o que ele precisar, evitando frustrações em vistas e garantindo o sucesso de uma venda. Ele também precisa orientar seus clientes sobre as etapas burocráticas, como a emissão de certidões e pagamentos de impostos.

Já os consultores são profissionais com especialização no mercado de imóveis como investimentos. Embora um corretor de imóvel não precise de experiências anteriores como consultor, um consultor precisa de experiências como corretor.

Ele deve estar sempre atento a fatores que possam impactar o mercado (de forma negativa ou positiva) como a alta do dólar e mudanças na taxa básica de juros. Ele precisa sempre estar bem informado sobre o que está acontecendo no mundo, ser capaz de interpretar e gerar uma análise a partir dos dados apresentados.

Com essas análises, o consultor pode orientar investidores, construtoras e imobiliárias sobre o que pode ser feito no momento para que o melhor investimento seja feito. Além disso, um consultor deve entender sobre a valorização de imóveis, como a arquitetura e localização, e como eles podem alterar no valor de um imóvel. 

O papel do consultor é justamente alertar o cliente de coisas que podem ter passado despercebidas. Por esse motivo, é comum que um consultor seja também um economista, arquiteto ou empresário da área da construção civil. Dessa maneira, eles conseguem trazer um olhar muito mais completo para os prospectos que oferecem aos seus clientes, já que esses ramos se complementam.

Corretor ou consultor imobiliário. | Foto: Unsplash.

É possível ser consultor e corretor imobiliário ao mesmo tempo?

Agora que você sabe que as duas profissões são totalmente diferentes e que até existem leis separando-nas, talvez você tenha uma dúvida bem frequente: “é possível ser corretor e consultor ao mesmo tempo?”. 

Não se preocupe, a resposta para essa pergunta é sim, você pode ser tanto um consultor quanto um corretor de imóveis. Porém, é importante lembrar que um corretor precisa, obrigatoriamente, de um registro no CRECI, sendo ele um consultor ou não. 

Também será necessário conciliar a diferença entre corretor e consultor imobiliário, e o dia a dia das duas profissões. Enquanto um corretor de imóveis atua no auxílio de clientes na compra, venda ou aluguel de seus imóveis, o consultor imobiliário é responsável por fazer uma análise completa de regiões e imóveis que estão em alta ou baixa, e por quanto tempo será assim.

Posts relacionados

2 comentários em “Confira a diferença entre corretor e consultor imobiliário e seus respectivos trabalhos

Deixe um comentário