Como investir em imóveis com “pouco”

6 minutos para ler

A prática de investir em um imóvel é uma das práticas de investimento mais rentáveis possíveis. Você pode sair do aluguel adquirindo um imóvel próprio e, assim, economizando muito dinheiro no futuro ou você também pode tornar um ramo imobiliário um negócio rentável e ganhar dinheiro alugando ou revendo casas. 

Seja qual for o seu objetivo, são inúmeras as vantagens de investir em imóveis. Entretanto, existe uma problemática comum que surge no início desse projeto: como investir em um imóvel com pouco dinheiro? Essa é uma questão muito recorrente pois é bem difícil que alguém tenha dinheiro sobrando sem um bom planejamento prévio que pode durar anos.

A boa notícia é que existe sim a possibilidade de investir em imóveis tendo pouco dinheiro inicial. Nesse sentido, é legal fazer com que o capital investido dê bons retornos a partir de processos de valorização desses imóveis que você pode fazer economizando. Ou seja, sem sombra de dúvidas, a prática de investir em imóveis vale a pena.

Invista no ramo imobiliário com pouco. | Foto: Freepik.

Formas de investir em imóveis com pouco!

Existem várias formas de investir em um imóvel com pouco, entretanto, é sempre bom ter em mente que esses investimentos nem sempre são em imóveis de forma concreta, como apartamentos e casas. Eles acontecem, portanto, como um investimento feito em bancos e corretoras. Essas instituições utilizarão o seu dinheiro aplicado para investir no ramo imobiliário, sendo assim, um investimento secundário.

Mesmo assim, também existem formas de investir diretamente em imóveis para alugar ou revender. Para que esse investimento seja eficaz, é legal comprar um local mais barato e ir valorizando ele por meio de várias reformas ou até comprar um terreno e construir nele.

Consórcio

O consórcio é uma das formas eficazes de investir em um imóvel com pouco. Ele consiste, basicamente, em mensalidades (consideravelmente baixas) que várias pessoas irão pagar para uma administradora e após um período de tempo cada um dos membros participantes vão receber uma carta de crédito imobiliário no valor determinado pelo consórcio. 

Essa carta de crédito é, na prática, um título que significa o quanto você tem de dinheiro mas que só pode ser usado no meio imobiliário. Com ele, portanto, você poderá comprar um imóvel, construir ou simplesmente reformar. 

O legal do consórcio é que, dependendo dos organizadores, o imóvel investido acaba saindo até mais barato e muitas vezes não é necessário esperar o consórcio acabar para pegar a carta de crédito.

Letra de Crédito Imobiliário

A letra de crédito imobiliário também é uma forma de investir em um imóvel tendo pouco dinheiro, pois ela por si só já é um investimento. Encontrada nos próprios bancos ou em corretores, a letra de crédito imobiliário é um título recebido após você fazer um empréstimo para essas instituições e elas, por sua voz, te devolvem com juros.

Entretanto, esse retorno não vem com dinheiro e sim com letra de crédito imobiliário, já que as instituições precisam utilizar do capital que você emprestou para investir em fundos imobiliários, ou seja, você também está investindo nesse meio.

O retorno também pode ser usado para comprar outros imóveis. O investimento mínimo, nesses casos, é de 1.000 reais e você só pode pegar esse retorno após 90 dias de empréstimo. 

Certificado de recebíveis imobiliários

O certificado de recebíveis imobiliários também é uma boa forma de investir em um imóvel. A linha de raciocínio desse tipo de investimento é prática com o da letra de crédito imobiliário, entretanto, eles se diferem majoritariamente pela complexidade. O certificado de recebíveis imobiliários só pode ser lançado por corretoras e o investimento mínimo é de 10.000.

Outro detalhe nesse sentido é que os prazos de vencimento dos títulos emitidos costumam ser um pouco mais longos, consequentemente, os juros que você vai receber pelo empréstimo também serão maiores. Novamente, a corretora aplica o seu dinheiro no ramo imobiliário, sendo esse um investimento secundário, mas que, se você quiser, é possível pegar o dinheiro de retorno e comprar imóveis.

Fundo imobiliário

O fundo imobiliário é uma forma de investir em um imóvel que acontece da seguinte forma: você comprará cotas de um investimento imobiliário indicado pela sua corretora e o seu lucro vem do lucro da empresa que você investiu. Assim, esse tipo de investimento pode ter prejuízo mas, sabendo bem como usá-lo, o seu retorno pode ser extremamente grande.

Nesse caso, o investimento inicial é em torno de 100 reais e, quanto mais você aplica, mais retorno você tem. Entretanto, esse é um investimento que deve ser feito de maneira lúcida e pensando em todos os prejuízos que podem acontecer no percurso.

Crowdfunding imobiliário

O crowdfunding imobiliário é uma forma de investir em um imóvel de maneira coletiva. Acontece da seguinte forma: você investe, no mínimo 1.000 reais, em um imóvel que te interesse e várias outras pessoas também fazem isso. Então, os lucros da questão imobiliária do negócio investido são divididos entre vocês.

Financiamento

O financiamento talvez seja a forma de investir em um imóvel mais conhecido e praticado por aqueles que querem comprar um lugar mas ainda não tem todo o dinheiro necessário. Essa característica se dá, principalmente, ao fato que a entrada necessária é de, no mínimo, 20% do imóvel, podendo sair bem em conta.

Existe, nesse sentido, uma outra regra para o financiamento: as parcelas não podem ultrapassar 30% de toda renda familiar. Dessa forma, é possível investir em imóveis que estão coniventes com sua rentabilidade atual e parcelar o resto. 

Mesmo com todas as vantagens do financiamento, é importante pesquisar muito o imóvel que será investido e prestar atenção nas condições de juros para que eles não sejam abusivos e colocar na balança se o financiamento vale mesmo a pena ou se é melhor juntar o dinheiro de outra forma.

Investimento em imóveis retomados

Para investir em imóveis retomados, existem as opções de venda direta e leilão para adquirir o imóvel.

Investir em imóveis retomados pode ser uma ótima opção de investimento imobiliário, pois há imóveis com até 80% do valor. E, em alguns casos, há a opção de parcelamento direto.

Para saber mais sobre como investir em um imóvel retomado de forma segura, eficiente e com resultados conheça a Resale.

Agora que você já sabe como investir em um imóvel, saiba mais sobre a Resale, uma plataforma pensada para investidores iniciantes e profissionais do ramo imobiliário. Conheça mais sobre seus produtos, suas ofertas e as possibilidades para investidores.

maior-outlet-imobiliário
Posts relacionados

Deixe um comentário