Mercado imobiliário: como funciona o setor para o investimento em imóveis

6 minutos para ler

Você sabe como o mercado imobiliário funciona? Investir no mercado imobiliário é uma ótima ideia, justamente por ser um mercado muito seguro de se investir, e contar com grandes oportunidades.

Porém, para que você saiba onde está entrando, é necessário conhecer pelo menos um pouco do que é o mercado imobiliário, além de outros fatores que podem ser cruciais para o bom investimento nesse mercado.

Por mais que o mercado imobiliário seja um lugar seguro para investimentos, não significa que você pode fazer o que quiser e na hora que quiser, sem ter um estudo por trás. 

Conheça mais sobre o mercado imobiliário aqui!

Imóveis. | Foto: Unsplash.

Tudo que você precisa saber para conhecer o mundo do “mercado imobiliário”

Veja tudo que você precisa saber sobre o mercado imobiliário aqui!

O que é o mercado imobiliário

Como o próprio nome já diz, o mercado imobiliário é o setor da economia que é responsável por abranger as negociações dos imóveis, assim como os terrenos ou as áreas construídas sobre eles. Um exemplo é: o próprio terreno (incluindo a sua superfície, o seu subsolo e seu espaço aéreo), as edificações que forem construídas sobre esse terreno ou qualquer outra produção do trabalho humano que for feita nele, como uma plantação.

Portanto, no momento em que você faz a venda, compra, ou faz o aluguel de um desses bens, você está participando de um negócio dentro do mercado imobiliário, seja ele uma casa, um apartamento ou um pavilhão comercial, sendo independente da finalidade dessa transição. 

Existem inúmeras possibilidades para entrar nesse mercado e fazer investimentos através dele, e também existe uma série de variáveis que podem mostrar como esse investimento pode ser realizado. Por isso, é muito importante se ter um bom conhecimento para se explorar essa área.

Como funciona o mercado imobiliário

Agora que você já sabe o que é o mercado imobiliário, você consegue compreender melhor como ele funciona e do que ele se trata. Como já foi dito, toda a compra ou a venda de imóvel, sendo ele novo ou usado, ou com o seu projeto ainda em andamento na planta, envolve uma transação imobiliária. 

Essa negociação funciona, e ela pode ser feita tanto de forma indireta quanto direta com o proprietário, imobiliária ou marketplace responsável por vender a propriedade para o comprador, como através do seu crédito e fundos imobiliários.

Levando isso em consideração, é importante saber que, além do valor do imóvel apresentado, existem outros custos em todo esse processo de transferência, como por exemplo o seu ITBI (sigla de Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis), além de outras taxas, como o seu registro e a sua matrícula.

O sistema de fases

O mercado imobiliário tem um funcionamento de sistema de fases, e cada uma delas dura por volta de 6 anos. Esse é mais ou menos o tempo estimado para que você consiga observar as mudanças de demandas e ofertas, dessa forma, as construtoras conseguem lançar os empreendimentos que são desejados pelos seus consumidores.

Nessa fase de valorização de imóveis, por exemplo, a tendência é que ocorra uma alta nos preços de negociações, de forma totalmente natural. Contudo, por outro lado, quando se tem uma demanda reduzida, acontece a adequação dos preços, e esse é o momento mais oportuno para as pessoas que buscam comprar um imóvel.

Por esse motivo, há diversas possibilidades de rendimento em médio e longo prazo, para adquirir ou vender o seu imóvel na hora certa. E isso só é possível quando se estuda como funciona o mercado imobiliário e observa qual é a sua melhor fase.

Compra de imóvel para morar

Quando se fala sobre o mercado imobiliário, uma grande parte das pessoas pensa que esse não é um assunto que interesse a elas, já que tem a pretensão de comprar um imóvel apenas com o intuito de morar nele. Porém, é nessa parte que as pessoas se enganam. Quando você está em busca de uma casa ou um apartamento para morar e chamar de seu, é crucial saber como o mercado imobiliário funciona.

É muito importante que você consiga entender sobre o mercado de imóveis e como ele anda na região que você tem o interesse em morar. Quanto mais você souber sobre o mercado imobiliário, menores são as chances de você cair em golpes ou fechar um mau negócio.

Tendências do mercado imobiliário

Confira, a seguir, quais são as tendências para o ramo:

Crescimento das buscas por imóveis maiores

Antes do ano de 2020, muitas pessoas procuravam por imóveis que eram do tipo studio, sempre com espaços reduzidos e mais próximos aos grandes centros. Contudo, a busca por espaços que são maiores está voltando a crescer. Com a consolidação que o home office vem tendo e a consequente necessidade de um cômodo destinado apenas para que se trabalhe com conforto, a tendência é que essa preferência ganhe cada vez mais força.

Ter a tecnologia a favor da desburocratização de processos de compra, venda e aluguel de imóveis

O uso da tecnologia no ramo do mercado imobiliário é uma das maiores tendências. Para que fosse possível comprar, vender ou alugar um imóvel anos atrás, era necessário perder horas em cartórios e também processos burocráticos.

Hoje em dia, existem plataformas e ferramentas que podem possibilitar que tudo seja feito de forma totalmente online, o que inclui desde a visitação até a assinatura digital de documentos, o que é algo essencial nos tempos de pandemia e tem tudo para que seja possível se consolidar.

Quer saber mais sobre o mercado imobiliário 2022 e como investir nele da melhor maneira possível?

maior-outlet-imobiliário
Posts relacionados

Deixe um comentário