Saiba o que é deságio e como ele é calculado

7 minutos para ler

Muitos se perguntam sobre o que é deságio. Entenda como fazer o melhor investimento possível a partir do conhecimento do conceito de deságio! Além disso, entenda como o deságio é calculado, sua importância para o mundo financeiro e alguns exemplos práticos que irão te ajudar na hora de investir!

Saiba o que é deságio e como é calculado. | Foto: Unsplash.

O que é deságio

Você que está envolvido ou gosta e quer saber mais sobre o mundo dos investimentos, já deve ter ouvido o termo ‘’deságio’’ mas não sabe o seu significado. Então, deságio o que é?

No contexto de investimentos imobiliário, o deságio corresponde à desproporção entre o valor original e o que foi, efetivamente, pago pelo indivíduo que adquiriu o imóvel em questão.

Deságio significado

A expressão se refere à diferença entre o valor que foi efetivamente pago e o seu preço nominal no mercado, considerando o desconto da transação. 

No mercado financeiro, os títulos são lançados com o valor nominal, que é substancialmente o valor que retorna ao investidor no dia de expiração do ativo. 

Porém, da emissão até a expiração, esses títulos podem ser negociados de modo livre no mercado, assim, seu valor pode alterar-se para cima ou baixo, dependendo das tendências do presente. 

Logo, os títulos com preço inferior ao nominal são comercializados com deságio, enquanto os títulos com preço superior ao original, são comercializados com ágio. 

Em outros termos, o deságio é o valor que se paga a menos e o ágio é o preço que se paga a mais por um título. Quando a negociação ocorre nos moldes do valor nominal exato dizemos que é uma negociação a ‘’par’’, isto é, pelo preço do mercado.

Exemplos práticos de deságio

Para compreender melhor o funcionamento do deságio, vamos examinar sua aplicação em diferentes situações. Cheque alguns exemplos práticos de deságio contabilidade:

Deságio em ações

No mercado de ações, não é difícil encontrar títulos negociados a valor menor do que seu preço original, isso é consequência das oscilações cotidianas.

Nessa situação, o indivíduo que está fazendo o investimento tem a chance de comprar um ativo com deságio — em outras palavras, pagar menos por algo que vale mais. Dessa forma, é possível ampliar a sua rentabilidade rastreando ações nessas circunstâncias. 

Um exemplo recente, noticiado pela Money Times, foi a BR Distribuidora, que negociou suas ações com 5,8% de deságio em julho de 2019. 

Em contrapartida, para beneficiar-se de uma oportunidade assim, é necessário entender e precificar corretamente as ações e as ofertas públicas deste tipo de título. 

Deságio nas participações societárias e no mercado imobiliário

Uma outra situação de aplicação do deságio é na aquisição de participações societárias em investimentos. Neste caso, o deságio é “compra com vantagens”, uma vez que corresponde ao excesso dos ativos líquidos da participação conquistada, no que se refere ao custo de aquisição. Isto é: a diferença para menos que existe entre o valor de aquisição do investimento e o preço contábil das ações. 

Desse modo, os lucros estimados na aquisição do investimento são contabilizados como receita instantânea para a empresa que está fazendo o investimento — fora o ágio por rentabilidade futura.

Por sua vez, quanto tem-se o deságio no mercado imobiliário, o investidor pode se beneficiar com o preço de um imóvel, uma vez que o valor da aquisição ainda será menor do que o valor real daquele imóvel. Assim, atrai a atenção já que pode significar a valorização de uma propriedade em um determinado período.

A importância do deságio no mundo financeiro

O deságio é uma excelente chance quando aquele que está fazendo o investimento pode tirar vantagem entre o preço real do ativo e seu valor de aquisição. Afinal de contas, refere-se a um desconto sobre um bem que possui um valor superior e que futuramente trará uma rentabilidade maior. 

Entretanto, não é todas as vezes que o deságio é benéfico, visto que não podemos esquecer que é um processo de desvalorização. Em diversos momentos, esse valor mais baixo pode ser um resultado natural da fluidez e da volatilidade do mercado, mas também pode assinalar a subvalorização do ativo e maiores riscos. 

Ademais, a venda prévia de títulos de renda fixa pós-fixados em uma situação inoportuna posiciona o deságio contra o indivíduo que está fazendo o investimento, pois é consequência da venda do ativo por um valor mais baixo ao que foi pago ou à rentabilidade prevista no vencimento. 

Em síntese: se você tiver a habilidade de avaliar corretamente, poderá ganhar dinheiro com essa situação. Em contrapartida, se não tiver as competências necessárias, o risco de sair prejudicado com esses acréscimos e descontos será alto. 

Afinal, para aqueles que estão fazendo o investimento, o principal objetivo da procura é adquirir ativos que estejam em estado de deságio, sobretudo quando o foco é especular, buscando ampliar a rentabilidade. 

Entenda como o deságio é calculado

Para entender como calcular o deságio, é necessário analisar entre o preço de mercado e o preço nominal de um ativo de mercado. Por esta razão, as casas de avaliação e análise trabalham com relatórios contínuos para indicar quando é um bom momento para comprar determinada ação. 

Os especialistas analistas valem-se de uma fórmula para encontrar o denominador comum entre os valores, através da seguinte equação: 

VF = P / (1+taxa) (prazo / período da taxa);

VF: Valor presente do recebível (líquido);

P: Valor de face;

Taxa: juros recebidos mensalmente ou anualmente;

Período da taxa: quantidade de dias em que a taxa é manifestada.

Para que você compreenda isso de uma maneira mais didática, vamos a uma situação utilizando o mercado imobiliário. Se você comprar uma casa pelo valor de R$ 500 mil, mas seu valor avaliado é de R$ 700 mil, você estará se favorecendo de um deságio de R$ 200 mil no valor final. 

​Resale e deságio

Nesse sentido, a Resale é a empresa ideal para você que está em busca de fazer algum investimento no mercado imobiliário. A companhia trabalha com venda de imóveis retomados e acelera a compra de imóveis entre bancos e compradores (em geral aqueles que querem apostar no investimento de imóveis). 

Os imóveis que estão à venda são aqueles que retornaram ao mercado para serem renegociados depois de operações de financiamento ou empréstimos imobiliários que não alcançaram êxito, logo, muitos ainda tem moradores. Dessa forma, o cliente que comprar via plataforma precisa encarregar-se da desocupação.

É do conhecimento geral que adquirir imóveis retomados é um processo burocrático. Por essa razão, a Resale faz a venda direta com um ótimo deságio e, consequentemente, custo-benefício. Além disso, as compras podem ser feitas diretamente pela plataforma da empresa, que conta com a assessoria de uma equipe especializada e com 100% de segurança. Na dúvida, faça o investimento na Resale, agora que você já sabe o que é deságio! 

Posts relacionados

Um comentário em “Saiba o que é deságio e como ele é calculado

Deixe um comentário