Entenda a diferença entre renda passiva e ativa

6 minutos para ler

A renda passiva e a renda ativa são conceitos dentro do sistema financeiro. Conforme o mundo vai mudando, o sistema financeiro vai mudando e se adaptando para conseguir acompanhar o ritmo dele. 

Apesar de todas as transformações, as necessidades das pessoas é a mesma há gerações, o que justifica o fato que o desejo de ter uma fortuna acumulada vem do mesmo princípio há décadas. Por esse motivo, é necessário falar sobre a renda ativa e passiva. Confira, abaixo, tudo o que você precisa saber sobre renda passiva e ativa!

Renda passiva exemplos. | Foto: Unsplash.

O que é renda passiva?

Muitas pessoas têm o sonho de “viver de juros” que o dinheiro na poupança proporciona, pois essa é a melhor forma de se explicar o que é a renda passiva. Existem diversas formas de tornar o sonho da renda passiva em realidade, além de ganhar na loteria.

Basicamente, a renda passiva é a renda que você não precisa se esforçar muito para conseguir, pois ela continua sendo paga à você mesmo em um ano sabático, ou vivendo apenas de trabalho voluntário. Essa é a grande vantagem e também motivo pelo qual tantas pessoas buscam a renda passiva.

Tipos de renda passiva

Um exemplo que dado foi o da poupança, em que você investe o seu dinheiro e vai recebendo uma valorização do valor deixado, porém, a poupança pode não ser a melhor opção de renda passiva ser feita, por causa da possibilidade de um cenário de juros baixos.

Temos também a possibilidade de investir em imóveis, seja para o aluguel ou a compra para venda após a valorização. Esse tipo de investimento é uma forma bastante segura de preservar uma parte de seu patrimônio, pois, ao ser bem escolhido, um bom imóvel tende a se valorizar ao longo dos anos, tendo um maior rendimento do que outros investimentos mais conservadores, como a poupança, por exemplo.

O que é renda ativa?

Saber o que é renda ativa é tão importante quanto saber o que é a renda passiva. A renda ativa é aquela que vem com seu esforço. Todo o dinheiro que entra em sua conta que tenha sido resultado do seu esforço e trabalho pode ser considerado como renda ativa.

Assim como a renda passiva, não importa muito qual tenha sido o meio dentro dos critérios que você tenha conseguido a renda, ou seja, independentemente da sua profissão ou modalidade de contratação, a sua renda ativa é o salário que você recebe em troca de seu trabalho. 

Um exemplo é o caso de um soldador, que tem como renda ativa a composição do seu salário combinado no momento em que seus serviços foram contratados, junto com todos os descontos e benefícios que são exigidos por lei.

Fora a regularidade de trabalho, a renda ativa pode não ser uma fonte segura de remuneração, caso aconteça uma reestruturação na empresa, que tenha como consequência a demissão de funcionários.

Tipos de renda ativa

A sua renda ativa pode ser complementada com outros tipos de trabalho, respeitando seus horários livres, ou até mesmo uma complementação para a renda passiva. Confira, a seguir, alguns exemplos de renda ativa para que você possa saber também mais formas de complementação para seu salário!

Salário

A partir do momento em que você é contratado por uma empresa, você entra em um acordo sobre o tipo de serviço que será prestado por você, qual o período de trabalho que será cumprido e o valor em troca. Esse salário deve ser mensal, desde que você tenha cumprido a sua parte do acordo.

Vendas

Outra forma de complementar sua renda ativa, que é muito procurada, é a comercialização de produtos usados. Na internet é possível encontrar diversos sites, aplicativos e grupos que podem facilitar o comércio do produto que você tem em mente, fazendo com que seja possível uma movimentação financeira na hora em que você decidir inovar o seu estilo e guarda-roupa, por exemplo.

Trabalho autônomo

O trabalho autônomo também é muito procurado para complementar rendas fixas. É possível achar esse tipo de renda extra em aplicativos ou sites, como motoristas de veículos particulares, ou abrindo um negócio de confeitaria, por exemplo.

Qual a diferença entre renda passiva e ativa?

Apesar de as duas serem fontes de renda, existem algumas diferenças entre elas.

A renda passiva funciona como uma estratégia que pode gerar uma certa segurança financeira a longo prazo. É um rendimento que vem de um investimento, ou seja, aquele que você recebeu sem ter que trabalhar por ele, que não veio de seu esforço. Depois de um tempo, você pode notar que lucros começam a surgir.

O oposto disso é a renda ativa, que tem um rendimento que veio de seu trabalho e esforço. Com a renda ativa, você recebe um salário fixo em um dia fixo, ou seja, o dia do pagamento. Porém, um ponto negativo da renda ativa é que, caso você seja demitido ou impossibilitado de trabalhar, você perde de forma automática a renda ativa. Por isso, a renda passiva é uma forma muito famosa de sempre complementar os rendimentos mensais e garantir que exista um dinheiro extra no futuro, evitando apertos.

Qual o melhor: renda passiva ou ativa?

Apesar de parecer que a renda passiva é melhor, você deve sempre olhar as suas prioridades e necessidades antes de escolher uma. Mesmo que a renda passiva seja a ideal para que você consiga conquistar a sua independência financeira, a renda ativa é a fundamental, permitindo que a maioria das pessoas tenham oportunidades para aplicar dinheiro em investimentos rentáveis, para aumentar seu patrimônio.

Por esse motivo, o ideal é que você tente sempre conciliar os dois tipos de renda. Ou seja, aplicar uma parte de renda ativa com inteligência, para sempre ter a segurança de uma renda passiva no seu futuro, evitando problemas.

imóveis retomados
Posts relacionados

Deixe um comentário